Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Espanyol "rouba" patrocínio do Real Madrid na China

Casa de apostas ManbetX fez escolha por conta do sucesso do atacante Wu Lei

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 21/01/2020, às 09h12 - Atualizado às 12h12

Imagem Espanyol "rouba" patrocínio do Real Madrid na China

A contratação do atacante chinês Wu Lei pelo Espanyol tem acelerado os negócios do clube na Ásia. O crescimento tem sido intenso a ponto de uma empresa optar por manter o negócio com o clube e desistir da renovação com o Real Madrid.

A casa de apostas ManbetX desistiu, dois anos antes do término do contrato, do acordo de patrocínio que tinha com o Real Madrid na China. A empresa manteve, porém, o status de patrocinadora oficial da LaLiga e do Espanyol para o continente asiático.

Foto: Reprodução

Segundo o site espanhol Palco23, a decisão tem por trás a lucratividade do negócio com o Espanyol. Com a chegada de Wu Lei ao time, a popularidade da equipe cresceu bastante, a ponto de ela rivalizar com Milan e Tottenham, que há anos possuem estratégias comerciais para o mercado chinês. Foi também por isso, aliás, que a ManbetX decidiu manter o aporte à LaLiga.

Além do alto valor cobrado pelo patrocínio, o Real Madrid perdeu na última temporada um ativo importantíssimo para o mercado asiático: o atacante Cristiano Ronaldo. Como a Máquina do Esporte mostrou na semana passada, o português fez saltar os patrocínios da Juventus, enquanto o Real viu reduzir seu apelo comercial com a saída do principal jogador. Além da ManbetX, a empresa de laticínios Yili deixou de patrocinar o clube nesta temporada.

A queda dos negócios na Ásia é um problema para o Real. Atualmente, o clube possui apenas um patrocinador no mercado chinês: o China Citic Bank. O acordo contém uma meta de abertura de 15 mil contas por meio de um cartão com a marca do clube espanhol.