Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

ESPN amplia cobertura do Super Bowl em eventos e na mídia

Além da transmissão exclusiva, emissora teve festa, live pré-jogo e cinema

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 03/02/2020, às 08h06 - Atualizado às 11h06

Imagem ESPN amplia cobertura do Super Bowl em eventos e na mídia

Uma festa para mil convidados em uma casa de shows, uma live pré-jogo com direito às presenças de Luciana Gimenez e Kéfera, transmissão exclusiva para mais de cem salas de cinema e, claro, uma cobertura em tempo real na televisão. Única emissora com os direitos de transmissão do Super Bowl no Brasil, a ESPN transformou a final da NFL, a liga de futebol americano dos EUA, em diversos eventos diferentes dentro da mídia e fora dela.

A maior novidade, em termos de cobertura, foi a criação de uma live pré-jogo completamente alternativa. Por cerca de 2h, o apresentador da ESPN Luciano Amaral conversou sobre o Super Bowl com os influenciadores Kéfera, Luciana Gimenez e Chicungunha, do canal Desimpedidos. Eles falaram sobre tudo relacionado ao jogo, sem qualquer enfoque técnico. O evento foi ao ar nas redes sociais da emissora, enquanto a TV exibia o pré-jogo tradicional focado no esporte.

Foto: Reprodução / ESPN

"Na live, os convidados vão comentar a partida de uma maneira descontraída, para um público complementar ao da transmissão na TV, com uma linguagem voltada ao entretenimento e humor", disse a ESPN, em comunicado.

Além da live, a emissora promoveu uma festa para mil convidados em São Paulo e ainda criou mais uma vez uma transmissão exclusiva para os cinemas com narração de Rômulo Mendonça e comentários de Antony Curti. Todas essas atrações foram mostradas no meio da transmissão da partida em que o Kansas City Chiefs conseguiu a virada, derrotou o San Francisco 49ers por 31 a 20 e conseguiu o título do Super Bowl após 50 anos.