Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Estudo mede impacto da UCL

Estudo mede impacto da UCL

Redação em São Paulo - SP Publicado em 21/05/2010, às 17h00

Programada para este sábado, em Madri, a decisão da temporada 2009/2010 da Liga dos Campeões da Europa deve movimentar 351,5 milhões de euros na economia do Velho Continente. Esse é o resultado de um estudo feito pelo professor Simon Chadwick, especialista em negócios esportivos, a pedido da Mastercard, patrocinadora do torneio. O levantamento de Chadwick conclui que o impacto da decisão desta temporada da Liga dos Campeões será 38,5 milhões de euros maior do que o da edição anterior, vencida pelo Barcelona em disputa contra o Manchester United. ?O valor da decisão deve quebrar todos os recordes anteriores, levando em conta a oportunidade de Bayern de Munique ou Internazionale faturar mais de 120 milhões pela vitória. Está claro que o futebol é um grande sucesso, mesmo quando nenhum clube inglês ou espanhol esteja participando da decisão, o que está acontecendo pela primeira vez em cinco anos. A final de 2010 estabelecerá um novo recorde em termos de impacto econômico?, previu o professor. Os resultados representam uma evolução considerável em comparação com a temporada passada, mas são ainda mais espantosos se confrontados com números de anos anteriores. O Liverpool ganhou 70 milhões euros por ser campeão em 2005, e o Porto teve um incremento de 12 milhões de euros pela taça de 2004. Neste ano, segundo o estudo, o time derrotado deve ficar com os mesmos 70 milhões de euros. Na atual temporada, a decisão da Liga dos Campeões da Europa será disputada em um sábado pela primeira vez na história. Segundo a pesquisa, isso deve aumentar o número de turistas que irão a Madri para ver o confronto. O levantamento projeta um impacto de 50 milhões de euros na economia da capital espanhola apenas por sediar essa partida.