Fase positiva reduz aposta do Flu em atletas

Com um empate por 2 a 2 com o Vasco, no último domingo, o Fluminense completou 12 jogos consecutivos sem ser derrotado no Campeonato Brasileiro (três igualdades e nove vitórias) e se manteve na liderança da competição nacional. Um ano depois de ter lutado até o fim do torneio para evitar o rebaixamento à segunda divisão, a fase do time tricolor é tão positiva que a diretoria de marketing decidiu até evitar ações focadas em atletas.

O caso mais emblemático é o do meia Deco, contratado do Chelsea. O jogador, que fez sua estreia com a camisa tricolor no clássico do último domingo, não servirá como mote para ações comerciais ou lançamentos de produtos no atual momento. A ideia é manter o foco na equipe.

A própria apresentação de Deco foi uma demonstração disso. A despeito de ser uma das principais contratações da equipe para esta temporada, ele não foi mostrado à torcida em evento de grande porte. Em vez de um artista ou torcedor ilustre, a diretoria optou pelo Cartola, mascote do clube, para acompanhá-lo até o campo. A ideia foi demonstrar que aquilo era algo mais fechado.

Nos próximos dias, o foco do marketing do Fluminense será o próprio clube. A instituição priorizará sua nova campanha para atrair sócio-torcedores, cujo cerne será um comercial protagonizado pelo piloto Cacá Bueno.

A principal novidade que a campanha divulgará é uma nova modalidade de sócio, voltada aos torcedores que moram fora do Rio de Janeiro. Esse público poderá aderir ao programa e desfrutar de 50% de desconto na compra de ingressos quando for ver jogos na cidade.