Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Fifa faz parceria com a ONU contra corrupção no futebol

Entidade esportiva usa contrato para reforçar imagem de mudança de comportamento

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 14/09/2020, às 14h51

Imagem Fifa faz parceria com a ONU contra corrupção no futebol

A principal agência anti-corrupção da ONU, o Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNODC) e a Fédération Internationale de Football Association (FIFA), assinaram hoje um Memorando de Entendimento (MoU) para intensificar sua cooperação para enfrentar as ameaças representadas pelo crime ao esporte.

O MoU, que foi assinado na sede da UNODC em Viena pela Diretora Executiva da UNODC, Ghada Waly, e pelo Presidente da FIFA, Gianni Infantino, durante o evento "Tackling Corruption and Crime in and through Sport", também se compromete a considerar maneiras pelas quais o futebol pode ser usado como um veículo para fortalecer a resistência dos jovens ao crime.

Presidente da Fifa e diretora executiva da UNDOC assinam acordo entre instituições - Foto: Fifa

"O esporte apoia o desenvolvimento de crianças e jovens, e precisamos mais do que nunca do esporte na recuperação da Covid-19 para tornar as pessoas mais saudáveis e felizes, e trazer empregos de volta. Mas para aproveitar o poder do esporte, precisamos proteger a integridade esportiva", disse a Diretora Executiva do UNODC, Ghada Waly.

"Acredito que a FIFA e as Nações Unidas são aliados formidáveis, e estou muito satisfeito que o UNODC e a FIFA tenham unido forças ao assinar este Memorando de Entendimento para salvaguardar o futebol e os eventos esportivos da corrupção, promover a prevenção do crime juvenil e manter as crianças e os jovens atletas a salvo da violência e da exploração", finalizou Waly.

"Desde 2016, a nova FIFA deu passos significativos em relação à boa governança e na área da integridade do futebol, incluindo a luta contra a manipulação de jogos e a salvaguarda das crianças no futebol", disse o Presidente da FIFA, Gianni Infantino.

A assinatura do Memorando de Entendimento vem em meio a esforços intensificados para mitigar o impacto negativo da COVID-19 no esporte e um compromisso para ajudar o futebol a se recuperar da crise tanto a curto prazo quanto enquanto o mundo se ajusta ao "novo normal".

Neste contexto, as discussões entre as duas organizações se concentraram em várias áreas-chave de colaboração, incluindo a proteção de crianças e a proteção de jovens vulneráveis no futebol, a manipulação contra jogos e a corrupção, o legado das principais competições de futebol, o desenvolvimento de habilidades de vida, a anti-discriminação e a inclusão social através do futebol no contexto da prevenção de crimes juvenis.