Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Fifa infla projeção e estima 700 mil turistas na Copa

Guilherme Costa em em Johanesburgo (África do Sul) Publicado em 05/07/2010, às 11h32

Não é de hoje que a Fifa tem adotado tom condescendente sobre problemas e elogioso sobre virtudes da África do Sul. Sempre que podem, dirigentes da entidade ovacionam o país-sede da Copa do Mundo de 2010. A louvação chegou até a ponto de a instituição ter inflado a estimativa de turistas do país por conta do torneio.

Nesta segunda-feira, em entrevista coletiva concedida em Johanesburgo, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, falou em 700 mil turistas na África do Sul por conta da Copa do Mundo. “Inicialmente, falaram que eles não viriam da Europa para um torneio em outro continente. Bem, eles vieram e vieram em grande número”, afirmou o mandatário.

O tom elogioso sobre a Copa do Mundo apareceu em outros momentos do discurso de Blatter: “Problemas foram mencionados aqui, como pequenos detalhes de hotéis ou de comunicações, mas estamos tendo um período de boas notícias sobre o evento, e eu espero que as boas notícias continuem até o dia 11 de julho”.

Nesta segunda-feira, o comitê organizador local (COL) da Copa do Mundo divulgou números menos otimistas do que a previsão de Blatter sobre a quantidade de turistas relacionados ao evento. Segundo o grupo, a competição incrementou em 25% o número de entradas na África do Sul em comparação com o mesmo período de 2009.

Nos seis primeiros meses de 2010, a África do Sul recebeu 1.020.321 turistas internacionais. Um ano antes, a marca havia sido de 819.415 pessoas entrando no país.

Ainda não há um número fechado sobre quantos desses turistas correspondem diretamente ao público da Copa do Mundo. O porta-voz do COL, Rich Mkhondo, disse que o grupo espera ultrapassar 450 mil turistas no país por conta do torneio.