Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Fifa vai reajustar melhor do mundo feminino

Guilherme Costa em em Johanesburgo (África do Sul) Publicado em 06/07/2010, às 19h13

A Fifa anunciou na última segunda-feira uma mudança em seu processo de escolha do melhor jogador do mundo. A entidade comprou da revista “France Football” o nome “Bola de ouro”, que passará a designar o atleta eleito por técnicos e capitães das seleções filiadas à entidade e por um grupo de jornalistas. E com isso, a instituição passou a viver um problema: o que fazer com a versão feminina da premiação.

O problema é que o conceito de “Bola de ouro” é dar um troféu único, que apenas um jogador do planeta terá. Portanto, a Fifa agora estuda a criação de uma nova marca para designar a melhor atleta do futebol feminino mundial.

A versão feminina da eleição de melhor do mundo da Fifa foi criada em 2001. Nos últimos quatro anos, o pleito entre capitãs e treinadores das seleções femininas foi vencido pela brasileira Marta.

A mudança no formato da premiação masculina transformou essa versão em mistério. A primeira edição da “Bola de ouro” com organização da Fifa e da “France Football” será entregue no dia 10 de janeiro de 2011, em Zurique, referente ao melhor atleta da temporada 2010.

“Precisamos achar uma denominação para o prêmio das mulheres. O fato é que só podemos entregar uma ‘Bola de ouro’. O conceito é esse”, disse o presidente da Fifa, Joseph Blatter.

A entidade também pretende instituir uma premiação para o melhor treinador do mundo em cada temporada. A escolha também deve ter votos de jogadores, técnicos e jornalistas, mas ainda não existe um formato fechado para isso.