Fisk faz aporte pontual a adversário do Palmeiras

Empresa irá aproveitar jogo em rede aberta para expor marca

Empresa irá aproveitar jogo em rede aberta para expor marca

A partida contra o Palmeiras, válida pela Copa Kia do Brasil, será lucrativa para o Comercial-PI. A transmissão do jogo em televisão aberta, em especial, somada à relev"ncia do adversário paulista no cenário nacional, fez com que o clube do Piauí recebesse patrocínio pontual da Fisk, escola de idiomas, que ocupará a cota máster.

A empresa, até o fim do último ano, patrocinava Grêmio Prudente, Avaí e Ceará, mas nenhum dos acordos foi renovado para a atual temporada. O principal entrave para que a companhia continuasse nessas equipes foi a valorização dos contratos de patrocínio. "Não trabalhamos com mercado inflacionado", afirma Christian Ambros, diretor da Fisk.

À Máquina do Esporte, o executivo garantiu que a Fisk não irá deixar o futebol. Pelo contrário, há negociações em andamento com clubes brasileiros em diferentes Estados, mas nenhum negócio foi concretizado até o momento. "Nós encontramos uma fatia esquecida, e depois deixamos concorrentes pagar alto pelos mesmos times", diz.

Por enquanto, os únicos clubes que mantêm a marca da Fisk são Madureira, do Rio de Janeiro, e Botafogo de Ribeirão Preto, de São Paulo. O Prudente, patrocinado pela empresa até dezembro, substituiu a marca da Fisk por outra escola de idiomas, Yázigi, do grupo Multi. "Poderíamos ter estendido, mas preferimos recuar", finaliza Ambros.