Flamengo e Corinthians dobram receita de rivais

Com presença nacional, dupla alavanca venda de ingressos em todo país

Com presença nacional, dupla alavanca venda de ingressos em todo país

Com base no primeiro turno do Campeonato Brasileiro de 2010, é possível comprovar matematicamente a influência que Corinthians e Flamengo têm nas bilheterias de adversários. A partir da comparação entre média de arrecadação e valor obtido em confrontos com esses clubes, pode-se afirmar que paulistas e cariocas são capazes de dobrar renda de rivais com ingressos.

Quem obteve o melhor resultado ao enfrentar o Corinthians foi o Ceará, ao arrecadar R$ 974 mil com a partida, diante de média de R$ 348 mil obtidos em todos os jogos como mandante até a 19ª rodada. O aumento, de quase três vezes acima da média, também foi conseguido pelo Atlético-GO ao receber o Flamengo e amealhar R$ 469 mil, ante média de R$ 157 mil.

Mesmo os piores números atingidos por equipes nesta temporada são superiores à média. Os acréscimos mais baixos foram nas partidas entre Guarani e Flamengo - R$ 216 mil, contra R$ 171 mil - e Grêmio e Corinthians - com R$ 284 mil arrecadados, ante R$ 192 mil.

A capacidade de elevar lucros de adversários se mostrou levemente mais consistente no time paulista em comparação ao carioca. Curiosamente, o fenômeno só não pôde ser percebido quando Palmeiras enfrentou Flamengo e Botafogo, Corinthians. Em outras palavras, jogos entre paulistas e cariocas não seguem a mesma tendência.

Confira, abaixo, a lista completa:

Mandante / Visitante / Arrecadação / Média

Grêmio / Corinthians / R$ 284 mil / R$ 192 mil

Prudente / Corinthians / R$ 195 mil / R$ 83 mil

Botafogo / Corinthians / R$ 222 mil / R$ 358 mil

Ceará / Corinthians / R$ 974 mil / R$ 348 mil

Atlético-GO / Corinthians / R$ 415 mil / R$ 157 mil

Avaí / Corinthians / R$ 164 mil / R$ 62 mil

Cruzeiro / Corinthians / R$ 869 mil / R$ 356 mil

Vitória / Flamengo / R$ 314 mil / R$ 145 mil

Palmeiras / Flamengo / R$ 226 mil / R$ 403 mil

Atlético-GO / Flamengo / R$ 469 mil / R$ 157 mil

Internacional / Flamengo / R$ 357 mil / R$ 257 mil

Atlético-PR / Flamengo / R$ 414 mil / R$ 283 mil

Cruzeiro / Flamengo / R$ 813 mil / R$ 356 mil

Guarani / Flamengo / R$ 216 mil / R$ 171 mil