Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Fornecedora do Racing, Kappa provoca Vasco antes de jogo

Marca promete uma camisa a cada gol argentino diante do Vasco na Libertadores

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 25/04/2018, às 17h53

Imagem Fornecedora do Racing, Kappa provoca Vasco antes de jogo

Foto: Reprodução / Twitter (@Kappa_Argentina)

A Kappa, fornecedora de material esportivo do Racing, lançou uma promoção em suas redes sociais que foi vista como provocação pelos torcedores do Vasco. A marca italiana prometeu sortear uma camisa do time a cada gol que os argentinos fizerem no duelo contra o Vasco, marcado para esta quinta-feira (26), em São Januário, pela fase de grupos da Libertadores.

Foto: Reprodução / Twitter (@Kappa_Argentina)

A ação foi vista como uma provocação pelos vascaínos por conta do resultado do primeiro confronto entre os dois times na semana passada, em Avellaneda. O Racing venceu por 4 a 0 e ainda perdeu dois pênaltis. Dessa forma, o jogo parece ser tratado pela Kappa como “fácil”, já que a marca dá a impressão de ter certeza da vitória e com direito a alguns gols.

Nas redes sociais, os torcedores do Vasco não gostaram nem um pouco e chegaram a chamar a Kappa de “ridícula”, “baixo nível” e “fornecedora lixo”, entre outras reclamações.

Apesar do tom provocativo da marca italiana, as redes sociais do Racing vêm demonstrando respeito ao time brasileiro. Entre outras reportagens, o time argentino lembrou o “Expresso da Vitória”, apelido pelo qual ficou conhecido o Vasco campeão sul-americano de 1948 em um torneio realizado no Chile, e a construção do estádio de São Januário, inaugurado em 1927, que contou com a ajuda dos próprios vascaínos.

O Racing é o líder do grupo 5 com sete pontos, enquanto o Vasco amarga a lanterna com apenas um ponto. Se perder, o time brasileiro pode, inclusive, estar eliminado da competição restando ainda duas rodadas para o término da fase de grupos.

Com a ação, a Kappa é mais uma a entrar para a lista de patrocinadores que acabam valorizando o time patrocinado provocando o rival. O assunto foi abordado na reportagem da Máquina do Esporte sobre o tom ufanista da ação pré-Copa do Guaraná Antarctica e também na coluna desta quarta-feira (25) do CEO da Máquina do Esporte, Erich Beting.