Globo retoma audiência com Corinthians

Contra o cruzeiro, o Corinthians viu a distancia para o líder Fluminense aumentar. Se a noite não foi feliz para o clube do Parque São Jorge, que viu o cruzeiro segurar a vitória em Uberl"ndia, o mesmo não pode ser dito para a rede Globo. A emissora conseguiu 23 pontos de média no Ibope,o que representou um aumento na audiência em comparação às últimas quartas-feiras.

Nas ultimas duas semanas, a Globo sofreu com baixos números no seu ibope em São Paulo. Primeiro, apostou no duelo entre Palmeiras e Vitória pela Copa Nissan Sul-Americana. O jogo aconteceu paralelamente à primeira final da Copa Santander Libertadores e os resultados não foram satisfatórios: 20 pontos de média.

Uma semana depois, foi a vez da emissora prestigiar a grande final da Libertadores e transmitir para São Paulo o jogo entre Internacional e Chivas Guadalajara. O bicampeonato dos gaúchos, no entanto, também não empolgou o público paulista. Na ocasião, foram apenas 15 pontos de média.

O retorno corintiano ao horário nobre da quarta-feira teve resultados melhores, mas ainda longe dos momentos mais decisivos do time na mesma faixa da programação. Na despedida alvinegra da Libertadores, a Globo conseguiu 42 pontos de media no ibope. Na semana anterior ao jogo do Palmeiras, a emissora conseguiu 36 pontos no duelo entre São Paulo e Inter.

A Bandeirantes também teve um aumento na sua audiência. Com o duelo entre paulistas e mineiros, a emissora teve 5 pontos de media, com pico de 7 pontos. Na semana anterior, a emissora apostou na partida entre Santos e Avaí, válido pela Copa do Brasil, e que conseguiu apenas 3 pontos de média.

Na próxima quarta-feira, nenhuma das duas poderá contar com a presença do Corinthians, que segue na luta pela liderança do campeonato. O time jogaria contra o Vasco, mas pediu à CBF o adiamento da partida, já que o dia será reservado para o aniversario do clube. No dia primeiro de setembro, o clube comemorara o centésimo ano de sua existência.

Cada ponto no Ibope é equivalente a 58.300 domicílios sintonizados. Os dados da medição consideram apenas a audiência de São Paulo, região de referência para o mercado publicitário.