Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Governador do PR garante Curitiba como cidade sede

Redação Publicado em 04/08/2010, às 21h20 - Atualizado em 05/08/2010, às 12h20

O governado do Paraná, Orlando Pessuti, comemorou em seu microblog pessoal o resultado do encontro com Ricardo Teixeira, da CBF, e Luciano Coutinho, do BNDES. Às 18h30, Pessuti escreveu: “Estou no Rio de Janeiro onde tenho duas reuniões importantes sobre a Copa de 2014, uma com o Ricardo Teixeira (CBF) e outra no BNDES”.

A Agência de Notícias do Estado do Paraná confirmou que o BNDES não aceitará o uso de potencial construtivo como garantia do empréstimo, já que a prática não é permitida pelo Banco Central.

Por outro lado, o banco aceitou financiar as obras da Arena da Baixada. A construtora responsável pelo projeto terá que garantir o financiamento da obra para que o empréstimo possa ser viável.

Sobre o método utilizado, o governador Pessuti confirmou que as condições serão feitas exclusivamente para as construtoras: “O BNDES não pode emprestar dinheiro para clubes, porém pode financiar a construtora do estádio”.

Procurado pelo Máquina do Esporte, o Atlético Paranaense afirmou que ainda não havia nenhuma informação oficial. A obra está orçada em R$ 153 milhões, e o clube deve pagar cerca de um terço desse valor. O restante deverá ser arcado com o valor passado pelo BNDES, em uma dívida que será dividida com a construtora.