Guarani segura marketing por situação esportiva

Na última terça-feira, nova derrota do Guarani

Na última terça-feira, nova derrota do Guarani

O Guarani está longe de viver seus melhores momentos no gramado. O clube amarga 17ª posição da Série B do Campeonato Brasileiro e está na zona de rebaixamento para a Série C. Agora, o marketing do clube se esforça para achar meios de chamar o torcedor sem frustrá-los.

O clube tem jogado na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, devido à suspensão sofrida após os tumultos no clássico contra a Ponte Preta. Já foram realizados duas partidas, e mais três ainda serão disputadas.

Nesse caso, diferentemente do que acontece com a Ponte Preta, o clube tem adotado discrição. O rival fez ações em Araraquara, convocando os torcedores locais a comparecerem no estádio. Já o Guarani fez o que considerou apenas uma “obrigação”.

Entende-se como essa obrigação dar suporte aos associados e dirigentes para irem até Araraquara. Como forma de compensar o torcedor, o clube tem dado descontos nos ingressos e tem oferecido transporte até a cidade vizinha, como forma de compensação.

Para o retorno a Campinas, no entanto, os planos esbarram na situação do time. “Se emendarmos dois, três vitórias, é mais fácil fazer ações. Caso contrário, ficamos preso. Fazer uma grande convocação com a equipe ruim pode causar uma frustração maior no torcedor”, ponderou o diretor de marketing do Guarani, Mercival Piron.