Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Honda nega venda a bilionário mexicano

Honda nega venda a bilionário mexicano

Redação em São Paulo - SP Publicado em 29/12/2008, às 10h00 - Atualizado às 12h00

A Honda descartou a possibilidade de chegar a um acordo com o bilionário mexicano Carlos Slim Helu (foto), segundo homem mais rico do mundo e dono da gigante de telecomunicações Telmex, para a venda da equipe. O empresário, que no Brasil é proprietário da Embratel e da Claro, foi apontado no último fim de semana pelo jornal ?La Stampa? como o possível comprador da escuderia - que perdeu o patrocínio da montadora japonesa em virtude da crise financeira global ? após uma visita à fábrica da Honda, na Inglaterra. De acordo com o diário italiano, a dupla de pilotos para 2009, inclusive, já estaria definida. Bruno Senna, que é patrocinado pela Embratel, e Jenson Button comandariam os carros do time na próxima temporada. "Nós adoraríamos que fosse verdade, mas é pura especulação de vários membros da mídia. É apenas um daqueles rumores que desenvolveu vida própria. Existe um número imenso de interessados. Agora nós chegamos ao estágio onde precisamos filtrar os sérios dos não sérios", disse Ross Brawn, engenheiro da equipe, à edição do ?Daily Telegraph? desta segunda-feira. Enquanto isso, as especulações sobre o novo dono da Honda continuam. O site ?Autosport? afirmou que há três possíveis compradores para a escuderia: o empresário David Richards, dono da Provide; o magnata grego Achilleas Kallakis, e um grupo suíço não divulgado. As negociações, no entanto, só serão definidas em 2009.