Horário e chuvas fazem Sada Cruzeiro abrir mão de bilheteria

Por público, Sada Cruzeiro preferiu não cobrar pelo ingresso

Por público, Sada Cruzeiro preferiu não cobrar pelo ingresso

Sada Cruzeiro receberá o Vivo Minas em seu ginásio no próximo sábado para a partida que decidirá o vencedor do Campeonato Mineiro de 2011. Para o duelo, a diretoria do time mandante iniciou a venda dos ingressos nesta terça-feira, mas com um preço que não estava previsto no planejamento: um quilo de alimento não perecível.

Esse foi o valor colocado pelo Sada Cruzeiro durante todo o Campeonato Mineiro, mas a ideia era cobrar pelo ingresso no jogo decisivo, como o clube faz durante a Superliga de vôlei. O horário da partida e as condições climáticas de Contagem, cidade onde será realizada a partida, fizeram a diretoria mineira mudar de ideia.

A partida será realizada às 9 horas de sábado. O horário foi considerado pouco amigável pelo Sada Cruzeiro para cobrar pela presença de seus torcedores. A partida acontecerá pela manhã a pedido da TV Alterosa, afiliada da SBT em Belo Horizonte, que detém os direitos de transmissão do torneio.

O outro fator que pesou para a mudança de estratégia do Sada Cruzeiro foi o clima dos últimos dias em Contagem. A cidade vem sofrendo com fortes chuvas, e a diretoria do clube temeu que a situação dificultasse ainda mais o acesso dos torcedores. A previsão para a cidade é de temporal todos os dias até domingo.

Com essas duas situações, o Sada Cruzeiro preferiu não arriscar ver seu ginásio pouco cheio em uma decisão de campeonato. A medida visa, então, atenuar o cenário pouco amigável com ingressos baratos e que serão revertidos em caridade a instituições sociais da região da cidade. A única restrição ao quilo de alimento não perecível é que ele não seja sal nem fubá.

Na semana seguinte, o Sada Cruzeiro estreia na Superliga Masculina e, com horário mais favorável, o clube passa a cobrar pelo ingresso, como foi feito na última temporada.