Indy tem projeto para feira em São Paulo em 2012

São Paulo tem contrato para fazer a Indy até 2019

São Paulo tem contrato para fazer a Indy até 2019

A despeito da chuva que interrompeu por duas vezes a prova de domingo e adiou a conclusão para a manhã de segunda-feira, a organização da etapa da Fórmula Indy em São Paulo não faz planos para mudar nos próximos anos a data do evento. Um dos motivos para isso é que a cidade pretende abrigar uma feira de automobilismo nos dias que precederem a corrida.

Esse projeto também é um dos motivos para as autoridades locais defenderem o atual traçado. A Fórmula Indy em São Paulo é realizada em circuito de rua que passa pelo sambódromo, a Marginal Tietê, a avenida Olavo Fontoura e o pavilhão de exposições do Anhembi.

A ideia da organização da Indy é aproveitar melhor o pavilhão de exposições. Esse é um plano que existe desde o ano passado, mas o espaço serviu apenas para garagens e oficinas das equipes nas duas temporadas em que a cidade recebeu a categoria automobilística.

Em 2011, essa ideia foi vetada pelo calendário do Anhembi. O aparato receberá a partir do dia 9 de maio a Brasilplast, feira internacional da indústria do plástico. No entanto, a montagem do evento começou na última segunda-feira, horas depois da realização da corrida.

Com uma feira de automobilismo, o Anhembi precisaria de um período maior para a desmontagem da estrutura. Portanto, o calendário do espaço deve reservar mais datas para a Indy em 2012.

A ideia das autoridades locais é montar algo na linha do Salão do Automóvel, que também é realizado no Anhembi, mas com foco exclusivo no automobilismo. Se for confirmado, o evento não terá foco exclusivo na Indy.

Outra proposta é usar um pedaço do Anhembi para acomodar campings e atividades voltadas a turistas, sobretudo os internacionais. Até agora, contudo, não existem projetos concretos nesses sentidos.

O contrato de São Paulo com a Fórmula Indy vai até 2019. A edição do ano passado foi a primeira realizada no circuito de rua do Anhembi.