Interesse de bilionário russo faz ações da Roma subirem 4%

Leonid Fedun quer pagar R$ 449 milhões por time de Adriano

Leonid Fedun quer pagar R$ 449 milhões por time de Adriano

As notícias veiculadas pela imprensa russa de que Leonid Fedun, dono do Spartak Moscow, estaria interessado na compra da Roma, da Itália, fez as ações do atual time do atacante Adriano subirem cerca de 4%.

O bilionário russo possui patrimônio de US$ 5,5 bilhões e controla 9,2% da Lukoil, maior companhia de óleo de Rússia, com reservas comprovadas de 10 trilhões de barris. A imprensa do país afirma que o empresário está disposto a pagar R$ 449 milhões pelo Roma, ou 220 milhões de euros.

O time italiano está à venda desde que a família Sensi firmou acordo com o banco Unicredit para quitar dívida de 325 milhões de euros. Desde então, surgiram 23 interessados na aquisição, incluindo a Autoridade de Investimentos Libiana (LIA, na sigla em inglês), que já é dona de 7,5% da Juventus.

A Roma tem enfrentado dificuldades para reforçar o time e não tem conseguido competir com rivais no mercado de transferências. Apesar desse problema, costuma incomodar a Internazionale na liderança do Campeonato Italiano, o qual já vence há cinco temporadas seguidas.

A imprensa internacional ainda estima que dependendo do comprador, Rosella Sensi pode continuar como presidente do clube italiano mesmo após a venda.