Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Real Madrid terá maior contrato de patrocínio de estádio da história

Fundo de investimento dos Emirados Árabes desembolsará R$ 1,3 bi pelo direito

Adalberto Leister Filho - São Paulo (SP) Publicado em 07/11/2014, às 09h27 - Atualizado às 11h27

Imagem Real Madrid terá maior contrato de patrocínio de estádio da história

Fachada do projeto do novo Santiago Bernabeu

O Real Madrid acertou o maior contrato de naming rights de estádio da história. O clube negociou o nome de seu estádio com a companhia de investimentos IPIC (International Petroleum Investment Company) por € 425 milhões (R$ 1,334 bilhão) em 20 anos, o que representa uma média de € 21,25 milhões por temporada.

O valor está abaixo do que foi anunciado que seria pedido pelo presidente do clube, Florentino Perez, que chegou a falar, no início da temporada, em € 500 milhões por 20 anos. Mas, naquela época, não estava acertado o acordo, fechado no último dia 28 de outubro.

A nova arena deve receber o nome de Abu Dhabi Santiago Bernabeu, em referência à cidade sede da companhia investidora dos Emirados Árabes. Outra opção da empresa é dar o nome de Cepsa Santiago Bernabeu, em referência à empresa de petróleo espanhola que faz parte da holding da IPIC.

O estádio será todo reformado, ganhando teto retrátil, hotel e complexo comercial e de lazer. Calcula-se que as obras consumam entre € 400 milhões e € 500 milhões e irão ampliar a capacidade do Santiago Bernabeu para 90 mil torcedores.

Assim como o futebol espanhol, o Real Madrid está cada vez mais dependente do capital asiático, particularmente do Oriente Médio. Além do acordo com a IPIC, que bancará a reforma do estádio praticamente a custo zero, o clube possui patrocínio de camisa da companhia aérea Emirates, que despeja € 30 milhões por temporada. Recentemente, também assinou outro importante acordo com o Banco Nacional de Abu Dhabi.