Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

J.Hawilla vira conselheiro do ME

J.Hawilla vira conselheiro do ME

Redação em São Paulo - SP Publicado em 06/01/2009, às 12h00

O empresário J. Hawilla, dono da Traffic, foi nomeado conselheiro do Ministério do Esporte pelo titular da pasta, Orlando Silva Jr., segundo matéria publicada na edição desta terça-feira da ?Folha de S.Paulo?. A portaria que transformou Hawilla em membro do Conselho Nacional de Esporte (CNE) foi publicada no Diário Oficial da União no dia 19 de dezembro. O grupo, que possui 22 integrantes, é responsável por, entre outras coisas, propor prioridades para a aplicação dos recursos do ministério, expedir diretrizes para o controle antidoping, emitir pareceres e recomendações sobre questões desportivas nacionais e aprovar mudanças nos códigos de Justiça Desportiva. "Pode ser uma indicação polêmica, mas todo conselho tem que ser democrático. Precisa ter representantes da iniciativa privada, do empresariado, do setor não público", afirmou Wadson Nathaniel Ribeiro, que ocupa interinamente o cargo de ministro do Esporte durante as férias de Silva Jr., ao jornal. A proximidade entre o empresário e a cúpula do esporte no Brasil não é recente. Em 2008, J. Hawilla foi o único representante da iniciativa privada em encontro na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, em outubro, que reuniu nomes ligados ao esporte para tratar da organização da Copa do Mundo de 2014. Posteriormente, o dono da Traffic também compareceu a um encontro na Associação Comercial de São Paulo, que contou com a presença de Orlando Silva. Hawilla entra no lugar de José Carlos Brunoro, diretor do clube de futebol do Pão de Açúcar e dono da da Brunoro Sport Business, empresa de consultoria esportiva. A ex-jogadora de vôlei Ana Moser, o ex-árbitro José de Assis Aragão, e Alberto dos Santos Puga Barbosa, especialista em Ciência do Desporto, também foram nomeados pelo ministro. Ainda restam duas vagas no CNE. De acordo com a ?Folha?, Silva já fez os convites e ainda aguarda respostas para completar o grupo, que poderá ser ampliado para 37 integrantes neste ano. Atualizada às 14h58