Jogo decisivo eleva Ibope de emissoras na Copa do Brasil

Arena Barueri, palco do São Paulo quando há shows no Morumbi

Arena Barueri, palco do São Paulo quando há shows no Morumbi

O São Paulo poderia ter eliminado o Santa Cruz em Recife, na última semana. Como perdeu a partida por 1 a 0, foi obrigado a jogar novamente, dessa vez em Barueri. Se para o clube o jogo poderia ter sido evitado, para as emissoras que transmitem a Copa Kia do Brasil um segundo duelo foi lucrativo, considerando o número apresentado pelo Ibope.

No dia 30 de março, quando foi a Recife, o time paulista rendeu à Rede Globo 21 pontos de média. Para a Rede Bandeirantes, que também fez a transmissão dos jogos, foram sete pontos no Ibope.

O aumento de audiência registrado foi idêntico para as duas emissoras; ambas tiveram um acréscimo de um ponto. Na semana anterior, Globo teve 21 pontos de média enquanto a Bandeirantes conseguiu seis pontos.

Trata-se dos dois melhores resultados obtidos pelas duas emissoras com a Copa do Brasil. Antes, pela primeira fase, Treze-PB e São Paulo tinham esse posto, com 19 pontos para a Globo e seis para a Band.

No share, o crescimento da partida da última quarta-feira também foi visível. Para cada cem televisores ligados, 46 estavam ligados em São Paulo e Santa Cruz. Na primeira partida esse número ficou em 43.

Liga dos Campeões

Antes da Copa do Brasil, o Barcelona enfrentou o Shakhtar Donetsk pela Liga dos Campeões da Europa. A goleada do time catalão sobre a equipe ucraniana foi transmitida pela Rede Bandeirantes e conseguiu quatro pontos de média. Na última vez que a emissora transmitiu o campeonato, com a partida entre Real Madrid e Lyon, sua audiência foi de cinco pontos, e com uma diferença ainda maior no share, de 10% na última quarta-feira contra 17% no jogo madrileno.  

Cada ponto no Ibope é equivalente a 58.300 domicílios sintonizados. Os dados da medição consideram apenas a audiência de São Paulo, região de referência para o mercado publicitário.