Laboratório brasiliense testa mkt esportivo com futebol

Brasiliense terá patrocínio novo

Brasiliense terá patrocínio novo

O laboratório Exame, do grupo Dasa, resolveu entrar no esporte. Com mais verba disponível para marketing, a empresa apostou em três clubes de sua região: Brasiliense, Gama e Legião. Com contrato até o fim do ano, a ideia da empresa é testar o trabalho realizado para poder ampliar o acordo em 2012, já com pensamento no Estadual do próximo ano.

O plano do Exame é reforçar a marca no centro-oeste brasileiro. Pelo contrato, o logotipo da empresa estará estampado nos uniformes e bonés de toda a equipe médica, além das macas usadas durante os jogos. A marca também será exibida nos backdrops de entrevistas e em placas nos estádios. Os exames realizados nos jogadores serão cedidos pelo laboratório.

A gestora da empresa, Lilian Marques, admite que esse início será usado como teste tanto da abrangência que o patrocínio pode ter como do modo que o Exame pode utilizá-lo. “Estamos começando nessa área com essas oportunidades que surgiram, mas a ideia é permanecer”, afirmou.

A executiva do Exame mira o esporte para que a associação com a saúde fique evidente. A aposta no futebol está no apelo popular da modalidade, mesmo considerando o momento das equipes escolhidas. Brasiliense e Gama estão na Série C e D respectivamente. Legião, nem isso.

A investida anterior do Exame no esporte era em campanhas esporádicas, sem grandes investimentos. Até 2009, a marca fazia ações em academias de Brasília, com foco em corredores amadores. A empresa fazia testes com os atletas para promover a marca.

O Exame faz parte do grupo Dasa, maior empresa de medicina diagnóstica da América Latina. Ela mantém marcas de laboratórios como o Lavosier, o Delboni e a Pasteur. No esporte, estiveram em projeto esporádicos, como o programa social Crianças de Ferro, de triatlo.