LDO desmarca etapa em Brasília para conter gastos

LDO terá pelo menos três etapas disputadas em cidade mineira - Crédito João Pires / Pinheiros

LDO terá pelo menos três etapas disputadas em cidade mineira - Crédito João Pires / Pinheiros

A Liga de Basquete Nacional (LNB) lançou na noite da última segunda-feira (3) a Liga de Desenvolvimento Olímpico (LDO), campeonato que será disputado pelas equipes sub-21 de todos os clubes que competem no Novo Basquete Brasil (NBB). Houve apenas uma mudança em relação ao traçado original: Brasília não é mais sede.

A princípio, a primeira fase seria disputada em São Sebastião do Paraíso, em Minas Gerais, e a segunda, em Brasília. O hexagonal com as melhores colocadas voltaria a ser realizado no município mineiro, e a decisão, em um quadrangular, aconteceria em um local a ser definido pelo parceiro BMG. Agora, a segunda etapa também será em Minas.

O principal objetivo na concentração dos jogos das categorias de base no Estado mineiro é conter gastos. A cidade de Brasília demanda investimentos maiores em termos de hospedagem e deslocamento entre ginásio e hotel. Ao jogar em São Sebastião do Paraíso, segundo apurou a Máquina do Esporte, corta-se mais da metade dos custos.

Diante dessa alteração, a única pendência é onde será a realização da última etapa do torneio. A expectativa é que ela aconteça na cidade mineira ou em alguma outra próxima de Minas ou São Paulo. Caso o BMG, responsável por essa definição, decida levar o quadrangular final para algum lugar mais distante, terá de ampliar o aporte feito.

A LNB recebeu R$ 500 mil do Ministério do Esporte para que a LDO fosse criada, após não ter conseguido patrocínios suficientes via Lei de Incentivo ao Esporte. Com a entrada do BMG no negócio, na condição de patrocinador, a liga conseguiu a estrutura financeira necessária para cumprir uma promessa feita no fim do ano passado.