Limeira negocia e pode chegar a nove anunciantes

Quase todos os espaços na camisa já foram preenchidos para o NBB - Crédito Célio Messias

Quase todos os espaços na camisa já foram preenchidos para o NBB - Crédito Célio Messias

Após se afastar do Novo Basquete Brasil (NBB) na temporada 2009/2010, o Winner/Limeira chega à edição de 2011/2012 como uma das equipes com maior número de patrocinadores. Até o momento, já são sete marcas garantidas na camisa do time do interior de São Paulo, e esse número pode chegar a nove nas próximas semanas.

Há duas empresas com negociações encaminhadas com a equipe de basquete, que serão mantidas em sigilo até que as tratativas sejam efetivamente concluídas. A situação mais provável, caso ambas acertem aportes ao time, é que as respectivas marcas sejam incluídas em um dos ombros e nos calções, propriedades atualmente disponíveis.

A cota máster nessa nova versão do Nacional seguirá com a Winner/Honda, empresa pertencente a Cássio Roque, vice-presidente do Limeira. A Roque Imóveis, outra companhia do empresário, continua com os calções, mas será deslocada para outro espaço caso uma das negociações já citadas seja encerrada com resultado positivo.

Entre outros patrocinadores, estão confirmados Rede Graal e Peccinin, cujas marcas serão inseridas na parte da barriga na camisa; e Unimed de Limeira, TRW Freios e Construtora Rio Verde, que irão ocupar os ombros. Como cada ombro possui espaço para dois logotipos, há efetivamente apenas uma propriedade livre neste momento.

"Nós temos a felicidade de ter patrocínios só de empresas da nossa cidade", avalia Denis Fernando, assessor de comunicação do Limeira. "Nós temos um pool de parceiros que está conosco desde a paralisação". Ainda há outros acordos menores, envolvendo cessão de placas em ginásio, mas que não rendem espaços no uniforme.