Limeira vence Paulista, e técnica supera altos salários

Vice-presidente usa empresas para sustentar nova campeã paulista - Crédito Maurício R. Martins

Vice-presidente usa empresas para sustentar nova campeã paulista - Crédito Maurício R. Martins

Após vencer o Sky/Pinheiros na noite da última quarta-feira (12), o Winner/Limeira não apenas faturou o Campeonato Paulista de basquete, como provou que nem sempre o clube mais endinheirado conquista títulos expressivos. Prestes a completar dez anos de existência, a equipe teve de contornar a falta de dinheiro para triunfar.

Desde a fundação, em 2001, o vice-presidente Cássio Roque, também vice-presidente da Liga Nacional de Basquete (LNB), é responsável por arcar com cerca de 80% das despesas do Limeira. O dirigente é dono das empresas Winner e Roque Imóveis, ambas patrocinadoras do time de basquete, donas de boa reputação no interior do Estado.

Como não dispõe de recursos ilimitados para despejar no basquete, o empresário ainda usa as próprias empresas para fornecer boa qualidade de vida aos atletas em vez de salários astronômicos. Por meio da Roque Imóveis, cede apartamentos em Limeira para hospedar jogadores. Os pagamentos, por sua vez, estão sempre em dia.

Para tentar diminuir a dependência de Roque, o clube fechou acordos com Cambs, para obter descontos na compra de materiais esportivos, e com empresas como Unimed, que fornece planos de saúde para todos os jogadores e comissão técnica, e Faculdade Einstein, responsável por prover ensino superior gratuito aos jogadores do Limeira.

"A saída encontrada foi abrir mão de espaços na camisa para ter parceiros como esses, que oferecem, nos bastidores, qualidade de vida aos jogadores, para que eles tenham motivação dentro de quadra", explica Denis Fernando, assessor de comunicação, também responsável por temas ligados ao marketing, à Máquina do Esporte.

A aproximação dessas empresas à equipe, entretanto, revela, novamente, certa dependência de Roque. Alguns dos patrocinadores do Limeira, que preferem ter seus nomes mantidos em sigilo, decidiram apoiar o basquete graças às amizades pessoais que mantêm com o empresário.