Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Liverpool assina 3º maior contrato de patrocínio de camisa

Equipe inglesa renova com Standard Chartered, e irá receber R$ 136 milhões por temporada

Adalberto Leister Filho - São Paulo (SP) Publicado em 22/04/2015, às 15h37

Imagem Liverpool assina 3º maior contrato de patrocínio de camisa

A camisa do Liverpool que será utilizada na próxima temporada

O Liverpool acertou a renovação do patrocínio de camisa com a Standard Chartered com um dos contratos mais lucrativos da Premier League.

Para continuar a estampar o logo do banco britânico até 2019, a equipe vermelha passará a receber £ 30 milhões (R$ 136 milhões) por temporada. É o terceiro contrato mais alto de patrocínio de camisa de um clube de futebol.

O acordo foi selado, apesar da possibilidade de o time de Liverpool não se classificar para a próxima edição da Liga dos Campeões. A camisa da equipe, que não conquista o Campeonato Inglês desde 1990, é menos lucrativa comparada a dois gigantes locais. O Manchester United recebe £ 53 milhões da Chevrolet, e o Chelsea, que assinou em fevereiro contrato de £ 40 milhões com a fabricante de pneus Yokohama.

O valor recebido pelo Liverpool iguala o contrato do Arsenal com a Emirates, que também é de £ 30 milhões. O acordo atual do clube, porém, é mais alto do que o obtido pelo Manchester City, atual campeão inglês, com a Etihad Airways, que é de £ 20 milhões.

O Liverpool também passará à frente de gigantes do futebol europeu, como Barcelona (Qatar Airways), Bayern de Munique (Deutsche Telekom) e Real Madrid (Emirates), que recebem £ 25 milhões cada um.

“Esta extensão mostra ainda mais a grande força do nosso relacionamento de longo prazo e o sucesso de nossa parceria com o Standard Chartered”, afirmou billy Hogan, diretor comercial do Liverpool.

O executivo destacou que em 40 anos que o clube conta com o patrocínio de camisa, apenas cinco marcas foram parceiras. “Ao longo dos últimos cinco anos, nossa parceria permitiu aprofundar o compromisso com nossos clientes e funcionários. Estamos muito satisfeitos por poder continuar com essa colaboração e ansiosos para o que poderemos alcançar juntos no futuro”, afirmou Peter Sands, diretor-executivo do grupo Standard Chartered.

O clube, que foi eliminado na semifinal da Copa da Inglaterra pelo Aston Villa no último domingo, por 2 a 1, já não disputa nenhum título nesta temporada.