Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Marcas ‘despertam’ para o Rio após efeméride dos 500 dias

Empresas começam a ativar patrocínio olímpico após celebração dos 500 dias para cerimônia de abertura

Duda Lopes - São Paulo (SP) Publicado em 27/03/2015, às 09h05 - Atualizado às 12h05

Imagem Marcas ‘despertam’ para o Rio após efeméride dos 500 dias

Nesta semana, o Rio de Janeiro celebrou a marca de 500 dias que restam para as Olimpíadas. A efeméride parece ter despertado, também, o interesse das marcas em falar sobre seus patrocínios.

Neste final de semana, o Bradesco usará ídolos olímpicos para ministrarem aulas abertas no Rio. As atividades, que acontecerão na praia do Leme durante sábado e domingo, contarão com a presença de convidados do banco. O apresentador da Globo Otaviano Costa e dois medalhistas olímpicos: Gustavo Borges (natação) e Giovani (vôlei).

Ativar os atletas patrocinados foi o mote da Nissan também. A marca usou quatro atletas para campanha em redes sociais: Ygor Coelho (badminton), Rosângela Santos (atletismo), Isabel Swan e Renata Decnop  (vela). Já Aldemir Junior, do atletismo, e Evandro Gonçalves, do vôlei de praia, foram convocados para representar a fabricante de carros em evento.

Empresas que não têm tanta relação direta com o público já seguiram outro caminho. A Cisco fez uma entrevista coletiva para anuncair ações com o Time Brasil.

Os programas são iniciativas sociais que fomentam a inclusão digital. Isso inclui, por exemplo, oferecer conexão em comunidades do Rio. Além disso, anunciou um time de atletas para divulgar as possibilidades tecnológicas que envolvem a empresa. Yane Marques, do pentatlo moderno, Marcus Vinicius D’Almeida, do tiro com arco, e Yohansson Nascimento, do atletismo paralímpico.

Quem também fez evento fechado foi a GE. A empresa reuniu seus principais executivos, o que inclui o CEO do grupo, Jeff Immelt, com o Comitê Organizador dos Jogos. A pauta das conversas foi as ações que serão realizadas na área de infraestrutura. A GE é responsável, por exemplo, pela iluminação do Maracanã.

A Samsung fez um evento interno para falar sobre o programa olímpico da marca, que apoia os Jogos só na categoria de telefones celulares. A menos de 500 dias da Olimpíada, as marcas já começam a respirar os Jogos.