Marketing do Grêmio estuda uso de imagem de Luxemburgo

Luxemburgo deverá ser usado pelo marketing gremista

Luxemburgo deverá ser usado pelo marketing gremista

Na última semana, o Grêmio apresentou Vanderlei Luxemburgo como técnico, e o marketing do clube já planeja como fazer uso da imagem do novo contratado. No próprio evento, o ex-treinador do Flamengo usou a camisa 23, alegando se tratar de um de seus números da sorte.

O fato chegou a gerar polêmica por se tratar também do número da legenda política do presidente do Grêmio, Paulo Odone. Luxemburgo já desmentiu o fato por meio de seu blog pessoal, alegando que a soma de dois mais três forma seu número da sorte, o cinco.

Independente da origem da numeração, essa foi uma demonstração de que Luxemburgo poderá ter apelos extras além do seu papel de treinador. Ainda que o marketing do Grêmio não tenha formulado um plano, a ideia é usar a imagem do novo técnico.

Segundo o diretor de marketing do Grêmio, Paulo César Verardi, essa possibilidade é real devido o histórico do treinador. “Com uma marca desse porte, nós vamos estudar. Pela notoriedade do Luxemburgo, é muito provável que iremos usá-lo no marketing”, afirmou.

Recentemente, o Grêmio fez uso intensivo de um técnico no marketing. Com Renato Gaúcho, que foi ídolo como jogador na década de 1980, o clube convocou a figura do treinador para chamar os torcedores para o programa de sócio-torcedor. Gaúcho se tornou garoto-propaganda do projeto.

O marketing gremista, no entanto, já descarta comparar as ações feitas com Gaúcho com as possíveis ações que serão feitas com Luxemburgo. “É diferente porque o Renato já tem um envolvimento histórico com o Grêmio. A relação é outra”, finalizou Verardi.