Mesmo com “desgastes”, Unimed renova com Fluminense

Fluminense e Unimed esquecem diferenças e renovam contrato

Fluminense e Unimed esquecem diferenças e renovam contrato

No contrato entre Unimed e Fluminense, existe uma cláusula em que a renovação é realizada caso nenhuma das partes se posicione contra a medida. Nessa situação, o contrato atual foi acertado para mais uma temporada, até dezembro de 2012. No entanto, o processo esteve longe de ser tranquilo.

O presidente da Unimed, Celso Barros, admite que a parceria enfrenta problemas, mas minimiza os seus efeitos. “Existem desgastes. Mas são desgastes naturais de uma parceria que já dura 13 anos. Mesmo com alguns desentendimentos, foi avaliado que a renovação do contrato ainda era positiva para os dois lados”, afirmou à Máquina do Esporte.

As diferenças entre as partes foram evidenciadas neste ano, após Peter Siemsen assumir a presidência do clube. Apesar do apoio de Barros à sua candidatura, parte do grupo do atual mandatário do Fluminense era contra a permanência da seguradora de saúde nas Laranjeiras.

Um dos fatores que desagradam a cúpula do Fluminense é o modo como a Unimed leva jogadores ao clube, atletas com salários elevados que não necessariamente são requisitados pelo futebol do time. Dessa forma, em vez de sanar suas contas com o patrocínio, o clube teria novos deveres financeiros.

Já no lado da empresa, não agrada a Unimed a irregularidade esportiva do time. Após ser campeão brasileiro, o Fluminense fez campanha apenas regular no primeiro semestre deste ano, o que resultou em mais uma eliminação na Copa Santander Libertadores. O time também ficou distante do Estadual do Rio de Janeiro.

Neste fim de ano, por outro lado, o clube se recuperou no Campeonato Brasileiro e, até o último domingo, brigava pelo segundo título seguido no torneio. Com a vaga na Libertadores garantida, a disputa sul-americana volta a ser prioridade, tanto para a direção do Fluminense quanto para a Unimed.

O contrato entre as partes foi sancionado diretamente pelo presidente Peter Siemsen, sem a participação do marketing tricolor. No acordo firmado, novamente a Unimed tem exclusividade no uniforme do clube, com a sua marca estampada no peito e nas costas da camisa.