Mesmo em período decisivo, Estaduais causam prejuízo

Apenas Internacional, com estreia de Falcão, atingiu lucro expressivo

Apenas Internacional, com estreia de Falcão, atingiu lucro expressivo

Se partidas decisivas representam a possibilidade de conseguir maiores públicos nos estádios, e como consequência maior lucro nas bilheterias, Campeonatos Estaduais não têm seguido a mesma lógica nesta temporada. Enquanto muitos chegaram às fases finais no último fim de semana, clubes acumularam prejuízos.

O único a conseguir 16 mil torcedores e receita líquida de R$ 257 mil foi o Internacional, na vitória por 1 a 0 sobre o Santa Cruz do Rio Grande do Sul, em grande parte motivado pela estreia do técnico Falcão à frente da equipe. Entre as outras oito partidas que envolveram clubes da primeira divisão brasileira, quatro geraram números negativos.

O Atlético Paranaense lidera o ranking de perdas, com prejuízo de R$ 44 mil, em razão de ceder ingressos gratuitos para sócios, fato que corriqueiramente derruba as bilheterias do time do Paraná. O Fluminense é o segundo colocado, com R$ 25 mil perdidos, seguido por Atlético-MG (-R$ 6,7 mil) e Flamengo (-R$ 6,4 mil).

O Santos, na última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista, conseguiu apenas quatro mil torcedores na Vila Belmiro e lucrou R$ 19 mil. O Ceará, destaque nas bilheterias durante o último Campeonato Brasileiro, viu somente R$ 2,5 mil entrarem nos cofres, com quase seis mil pagantes presentes no Domingão.