Minas acerta com Fragata Marketing de Entretenimento

O Minas Tênis Clube e a Fragata Marketing de Entretenimento acertaram uma parceria com o objetivo de trabalhar a marca do clube mineiro em São Paulo. A agência terá a função de apresentar o clube a empresas que mantêm sua sede na capital paulista, com foco no patrocínio às principais modalidades esportivas da agremiação.

Segundo o gerente de marketing e negócios do Minas, Marcelo Vido, a associação com a Fragata tem como meta “trabalhar com novas parcerias no mercado paulista”, tanto com exposição quanto com ativações envolvendo os mais de 70 mil sócios do clube. Para o dirigente, o clube precisa “olhar para além de Minas Gerais”.

A Fragata terá como função apresentar as suas equipes para as empresas que se localizam em São Paulo. O foco estará nas modalidades mais tradicionais do clube mineiro, precisamente o futsal, o vôlei e o basquete. No entanto, a agência terá liberdade para trabalhar com outros segmentos que também são significativos para o Minas, caso do tênis e da natação.

Segundo o sócio-diretor da Fragata, Maurício Fragata, o acordo deu certo porque o Minas possui uma estrutura avançada em seu marketing, que tem uma forma de pensamento parecida com o que a agência propõe. “O Minas quer oferecer um pacote às empresas que vá além da visibilidade. Ele tem a preocupação com a ativação da marca com os sócios do clube”, afirmou.

Para Fragata, a agência e o clube não devem ter dificuldades em atuar no mercado paulista porque a “tradição do Minas vai além de Minas Gerais”. O executivo ressalta também que as equipes da agremiação estão “sempre em evidência”, ressaltando a frequência de participação dos times mais tradicionais.

Esse é um fator lembrado também por Marcelo Vido. Para o dirigente, as equipes do Minas agregam valor ao não serem passageiras. Independente da presença de um patrocinador, os times mais tradicionais permanecem na disputa dos principais campeonatos, caso atual do basquete masculino, que ainda não tem um aporte máster fechado.

Com esse foco no trabalho que engloba visibilidade e ativações com sócios e torcedores, o Minas abre preferência explícita a acordos de longo prazo. O clube cita como exemplo o caso da Vivo, presente no vôlei masculino desde 2008, quando comprou a Telemig, que já fazia patrocínio à equipe. Aos sócios, a empresa dá planos especiais, com descontos, e mira abrir uma loja dentro do clube.