Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Na TV, final da Copa perde para decisão do Paulista

Duda Lopes em São Paulo - SP Publicado em 12/07/2010, às 20h00

Imagem Na TV, final da Copa perde para decisão do Paulista

A Rede Globo só tem o que lamentar a eliminação precoce da seleção brasileira na Copa do Mundo. A emissora carioca sofreu um duro baque na sua audiência com o time de Dunga longe das fases finais do Mundial. Na grande final, entre Holanda e Espanha, ela teve apenas 28 pontos de audiência em média. Na final do Campeonato Paulista, entre Santos e Santo André, a média foi de 29 pontos. Ambos os jogos foram em uma tarde de domingo.

A Bandeirantes, por outro lado, pode alegar que seus resultados foram melhores na final da Copa. A emissora teve média de 10 pontos, com 12 de pico, durante o último jogo. Já na final do estadual de São Paulo, a média não passou de 8 pontos.

Como base de comparação, só se pode usar números de clubes. Com a seleção na Copa, o índice de audiência foi substancialmente mais alto. O embate entre Holanda e Brasil, pelas quartas de final, fez a Globo chegar a 45 pontos de audiência em média. A Bandeirantes conseguiu 11 pontos, com pico de 14.

No jogo seguinte da Holanda, que eliminou o Brasil, o distanciamento torna-se ainda mais evidente. A Globo não conseguiu mais do que 18 pontos de média, marcados entre a seleção laranja e o Uruguai. Alemanha e Espanha tiveram 16 pontos. O primeiro jogo do Campeonato Brasileiro, por exemplo, demonstra o pouco apelo desses jogos: Flamengo e São Paulo conseguiram 19 pontos na emissora carioca.

Nenhum jogo da Copa do Mundo sem a seleção brasileira chegou ao menos perto do duelo entre Corinthians e Flamengo. A Globo, que transmitiu o duelo válido pela oitavas de final da Copa Santander Libertadores, atingiu 42 pontos de média durante o jogo, número consideravelmente alto perto do atingido pela final do Mundial, mesmo considerando que quarta-feira a noite, data da partida entre paulistas e cariocas, é um momento que normalmente se consegue audiências maiores.

Cada ponto no Ibope é equivalente a 58.300 domicílios sintonizados. Os dados da medição consideram apenas a audiência de São Paulo, região de referência para o mercado publicitário.