Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Nas ruas e TV, decisão da Libertadores para Buenos Aires

Jogo entre Boca Juniors e River Plate registrou grande audiência na Argentina

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 12/11/2018, às 08h00 - Atualizado às 10h00

Imagem Nas ruas e TV, decisão da Libertadores para Buenos Aires

Boca Juniors e River Plate fizeram, neste domingo (11), a primeira final da Libertadores 2018. Como era esperado, Buenos Aires parou para acompanhar o duelo, a ponto de o Ministro da Segurança da capital argentina, Martín Ocampo, ter declarado ao jornal “Clarín” que não imaginava que uma partida de futebol poderia gerar “tantas complicações”.

O comentário se referia ao enorme esquema de segurança que garantiu maior tranquilidade à cidade durante o evento, mesmo com a mudança de data; a forte chuva no sábado (10) adiou o primeiro confronto. Com policiais espalhados em pontos estratégicos, o governo garantiu que os torcedores dos dois times não se encontrassem.

Mesmo com a imposição de torcida única na Bombonera, estádio do Boca Juniors, havia a possibilidade de encontros dos fãs dos clubes em Buenos Aires. Durante o jogo, 5 mil torcedores do River Plate se reuniram no Monumental de Nuñez, o que aumentou o desafio do efetivo policial programado para o evento.

Quem não esteve em nenhuma das duas arenas, teve que se contentar com a televisão. E, nesse caso, o ponto positivo ficou para a Fox, que detém o direito de transmissão da Libertadores e exibiu o jogo na Argentina. A Fox Sports registrou pico de 30 pontos de audiência com a partida, um recorde.

Na Argentina, o número foi considerado muito alto por se tratar de um canal fechado. A partida foi exibida no país no canal convencional da Fox, além do Fox Premium. Havia ainda uma opção em pay-per-view, que exibia a partida em três câmeras diferentes para o torcedor que ficou distante da Bombonera.