Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Nascar pode perder até seis patrocínios

Nascar pode perder até seis patrocínios

Redação em São Paulo - SP Publicado em 23/12/2008, às 10h00 - Atualizado às 12h00

Uma das competições mais afetadas pela crise financeira mundial, a Nascar pode perder até seis patrocínios para a próxima temporada. Além dos acordos já rompidos com Domino?s Pizza, Enterprise, Home Depot e Kodak, a maior categoria automobilística dos Estados Unidos também pode perder a Sony e a DuPont. O panorama sombrio define o efeito da crise financeira mundial na Nascar, que sempre se apoiou no patrocínio de grandes empresas e agora vê as parceiras à beira da falência. ?As companhias estão deixando o esporte totalmente. Todas elas tiveram anos ruins, e estão tentando reduzir seus orçamentos?, disse Jim O?Connell, vice-presidente de marketing corporativo da categoria. No cenário atual, a Nascar fica com ?apenas? 38 parceiros oficiais de diversas áreas, um número muito baixo para o histórico da competição, que chegou a passar de 45 nos seus melhores anos. Das parceiras que estavam em fase final de contrato, somente Craftsman, Office Depot, Tylenol, Mars e Unilever já renovaram seus compromissos. A situação só se anuvia um pouco com a notícia de que as duas últimas devem abrir mais espaços em seus comerciais para a Nascar, já que consideram satisfatório o resultado do acordo. ?Essa ?promoção? nos dá uma plataforma maior e uma grande oportunidade de falarmos com todos os nossos fãs. Um contrato com a Nascar ajuda a reafirmar qualquer marca e fazê-la mais autêntica?, disse Phillip Grieco, diretor de marketing esportivo e patrocínio da fabricante de doces Mars, que deve estampar a marca M&M em 2009. Para compensar as perdas, a Nascar já negocia as mesmas propriedades com outras companhias. A tratativa mais adiantada é com a Lowe?s, que substituiria a Home Depot em ferramentas domésticas, estampando a marca Kobalt.