Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Navajas assume gerência de clube mineiro

Navajas assume gerência de clube mineiro

Redação em São Paulo - SP Publicado em 14/01/2009, às 17h00

O futebol, mais uma vez, buscou um profissional no vôlei para um cargo executivo. O técnico da seleção masculina da Venezuela nos Jogos Olímpicos de Pequim, Ricardo Navajas, assumirá na próxima segunda-feira a função de gerente de futebol do Poços de Caldas, clube que disputará a segunda divisão do Campeonato Mineiro. Apostando em uma gestão profissional, a agremiação acertou a venda de 5% de suas cotas à Tubo Sports. Todos os jogadores adquiridos pela empresa terão seus direitos econômicos e federativos ligados ao clube. BR Sports e a Wonderfood são os outros investidores do Poços de Caldas. ?O Navajas é uma pessoa de garra e muita fibra. Muito competente, vimos nele um profissional qualificado para este cargo, até porque ele já atuou como dirigente no vôlei. Estamos conversando ainda para acertar alguns detalhes?, afirmou Fernando Galan, presidente do clube. Fundado em 2007, o Poços de Caldas tem apostado em projetos de inclusão social, como as torcidas ?APAE? e ?Lar dos Velhinhos? para se destacar, fora de campo, no cenário nacional. Além disso, o clube acertou na última semana um contrato de fornecimento de material esportivo com a Umbro. ?A torcida de Poços merecia um time a altura, por isso nos unimos e iniciamos uma administração profissional, que visa, além de promover o clube ao Módulo I do Campeonato Mineiro, ser um celeiro de craques, mas sem deixar de trabalhar o lado social. É um projeto audacioso, mas já temos investidores interessados e contratamos uma empresa de assessoria para expandir cada vez mais nosso negócio?, disse o dirigente. Aos 51 anos, Navajas colocou seu nome na história do esporte venezuelano ao classificar a seleção local para as Olimpíadas de 2008, fato até então inédito para o país de Hugo Chávez. No Brasil, seu principal trabalho foi à frente do Suzano, time que dirigiu por 14 anos. ?Sempre me interessei por este segmento administrativo. Atuei no vôlei e agora parto para o futebol. Conheci o projeto do Vulcão, vi a seriedade dos profissionais e me interessei. Faltam ainda alguns detalhes, mas estou extremamente motivado para este novo desafio?, destacou o ex-técnico. José Carlos Brunoro, Bebeto de Freitas e José Roberto Guimarães são os principais exemplos de personagens do vôlei que ganharam destaque como gestores no mundo do futebol.