Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

NBA assume gestão comercial da Liga Nacional de Basquete

Liga americana será responsável por contratos de patrocínio e licenciamento do basquete brasileiro

Erich Beting - São Paulo (SP) Publicado em 11/12/2014, às 07h15 - Atualizado às 09h15

Imagem NBA assume gestão comercial da Liga Nacional de Basquete

Será anunciada às 11h desta quinta-feira uma parceria entre a NBA (National Basketball Association) e a LNB (Liga Nacional de Basquete).

No evento, a NBA será oficializada como nova responsável pela área comercial da LNB, que no Brasil organiza o NBB, torneio equivalente ao Campeonato Brasileiro da modalidade.

O escritório brasileiro da NBA vai ser quem buscará patrocínios para a liga brasileira e, também, montará um plano de licenciamento de produtos, além, de cuidar de outras atividades comerciais do NBB.

A liga americana assumirá uma função que,  até a temporada passada, era exercida pela Globo, que abriu mão do negócio.

O grande desafio será conseguir ter sucesso comercial com o NBB. Após a saída da Caixa, o principal torneio de basquete do país não conta com nenhum patrocínio, tendo apenas a Spalding como fornecedora de bolas para a competição.

Nos EUA, a NBA teve, na última temporada, uma arrecadação de US$ 679 milhões com patrocínios, segundo a consultoria IEG. Ao todo, a liga tem 20 patrocinadores, em diferentes categorias. A maior receita, porém, vem do licenciamento de produtos, uma das apostas da parceria no Brasil.

O acordo NBA e NBB também não interfere nos contratos de direitos de transmissão das duas. Globo, na TV aberta, e Sportv, na fechada, são os detentores dos direitos de transmissão do NBB. O acordo é gerido pela liga brasileira, que neste ano abriu mão de ter jogos aos finais de semana para garantir transmissões no Sportv ao vivo em dias fixos (terças e quintas-feiras).

O negócio não implica, também, na participação do NBB dos eventos que a NBA já tem no Brasil (torneios 3x3, amistoso de pré-temporada e o projeto social “Basquete sem fronteiras”).

A gestão comercial do NBB é o início dos negócios entre as ligas. Há a possibilidade de, no futuro, outros tipos de parceria, como uma que envolva a área técnica.