Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

NBA voltará a discutir patrocínios em uniformes

Redação Publicado em 07/03/2012, às 08h19 - Atualizado às 11h19

A liga profissional de basquete dos Estados Unidos (NBA) vai voltar a discutir a possibilidade de incluir patrocínios nos uniformes das equipes. O tema será colocado em assembleia geral dos donos de franquias, que está agendada para abril deste ano.

Segundo o “SportsBusiness Journal”, os proprietários farão uma votação para discutir a inclusão de marcas nas camisas. “É algo inevitável”, admitiu Rick Welts, presidente do Golden State Warriors, à reportagem.

Os donos de franquias têm em mãos um estudo feito pela consultoria Horizon Media sobre o retorno gerado pelas camisas da NBA. Segundo o levantamento, logotipos que ocupem 3,5% do tamanho de telas de TV gerariam US$ 31,8 milhões em exposição durante uma temporada da liga.

“Como alguém que passou sete anos na Nascar, eu sei o valor de colocar uma marca no campo de jogo e no uniforme. Você pode monetizar isso de uma forma que não é possível em nenhuma outra ferramenta de marketing”, apontou Brett Yormark, CEO do New Jersey Nets, ao “Sporting News”.

No entanto, há uma série de questões que a NBA precisa resolver antes de admitir a colocação de patrocínios nos uniformes. A liga precisa de autorização da Adidas, por exemplo – atualmente, a fornecedora de material esportivo divide espaço nos uniformes de todos os times apenas com as marcas das próprias equipes.

A NBA também precisa de autorizações dos parceiros de mídia, que precisariam avalizar a aparição dos patrocinadores nas camisas das equipes. Todas essas consultas, porém, serão feitas somente em caso de a proposta passar pela reunião de abril.