Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Netshoes cria torneio para ativar Jogo das Estrelas

Caixa, Eletrobras e Penalty viram Netshoes se destacar em ativação

Rodrigo Capelo em Franca - SP Publicado em 09/03/2012, às 18h15

Imagem Netshoes cria torneio para ativar Jogo das Estrelas
Caixa, Eletrobras e Penalty viram Netshoes se destacar em ativação - Crédito Luiz Pires / LNB

Caixa, Eletrobras e Penalty viram Netshoes se destacar em ativação - Crédito Luiz Pires / LNB

Dentre os patrocinadores da Liga Nacional de Basquete (LNB), apenas um realmente investiu para ativar o patrocínio durante o principal evento da entidade no ano, o Jogo das Estrelas. Caixa, Eletrobras e Penalty, todas elas parceiras de longo prazo da liga, viram a Netshoes, que acabou de fechar negócio para a atual temporada, despontar em ativação com a criação de um torneio, chamado "Desafio 3x3".

Em uma competição de quatro times com três integrantes em cada, a loja eletrônica de artigos esportivos reuniu os principais jornalistas especializados do país em basquete. Basketeria, portal de notícias sobre a modalidade; Território LNB, blog mantido pela própria liga; Bala na Cesta, comandado por Fábio Balassiano; e Mr. Basketball Brasil, mescla de informação com entretenimento, participaram da ação.

O intuito era reunir, por um lado, os principais formadores de opinião da área. De outro, estimulá-los a criar promoções para que levassem leitores a Franca, no interior de São Paulo, local do quarto Jogo das Estrelas. "Nós quisemos trazer pessoas com grande influência para mostrar que nós não somos apenas patrocinadores, e sim uma empresa que agrega valor ao esporte", explica Sandra Pereira, gerente de marketing de categorias, uma das mais próximas do basquete.

Em paralelo, também foram chamados para compor a iniciativa José Vargas, ex-jogador de basquete dominicano e atualmente político na cidade de Franca, e Janeth, ex-jogadora da seleção brasileira. O primeiro intermediou acordo da Netshoes com a Universidade de Franca (Unifran), que cedeu o ginásio para a disputa do torneio. O instituto Janeth Arcain, fundado pela segunda, por sua vez, recebeu um cheque de R$ 7,5 mil na premiação do campeonato.

Ao unir formadores de opinião, torcedores e ex-atletas de renome do basquete nacional, a Netshoes ajudou a LNB a compor o Jogo das Estrelas enquanto evento. A proposta é que haja atrações divididas em dois dias, esta sexta-feira e o próximo sábado, entre desafios de habilidades, três pontos e enterradas e o confronto entre NBB Brasil e NBB Mundo, jogo entre brasileiros e estrangeiros que atuam no país.

A Netshoes se tornou patrocinadora da entidade que organiza o NBB no início da atual temporada, em outubro passado, e ocupa a cota de fornecedora oficial, ao lado da Penalty. Ambas depositam cerca de R$ 550 mil anuais nos cofres da liga. A Eletrobras possui cota de R$ 2,15 milhões anuais, e a Caixa, R$ 1,9 milhão por ano, mas nenhuma das duas se empenhou para inovar de algum modo na ativação.

* O repórter viaja a convite da Liga Nacional de Basquete (LNB)