Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Nissan "abraça" Fórmula E para complementar aporte à Champions

Conceitos de "inovação" e "emoção" se unem com os dois esportes

Wagner Giannella - Santiago (Chile) Publicado em 25/01/2019, às 16h56

Imagem Nissan "abraça" Fórmula E para complementar aporte à Champions

Carro da Nissan na Fórmula E (Foto: Wagner Giannella)

Pela quarta temporada consecutiva, a Nissan é uma das patrocinadoras da Liga dos Campeões. E foi exatamente na final do torneio na temporada passada que a montadora mostrou ao mundo outro aporte que desde então serve como um complemento da estratégia de focar nos dois pilares defendidos pela marca: inovação e emoção.

Antes da partida entre Real Madrid e Liverpool, em Kiev, a Nissan apresentou a jornalistas e convidados, em um local ao lado do Estádio Olímpico da capital ucraniana, o carro que usaria a partir da atual temporada da Fórmula E. À época, a montadora já usava o mote de ser a primeira japonesa a entrar na categoria de carros elétricos. De lá para cá, no entanto, a presença na Fórmula E se tornou o complemento ideal ao investimento feito na principal competição de clubes de futebol do mundo.

De acordo com a própria montadora, o objetivo é usar a Fórmula E para divulgar ao público o conceito de "Mobilidade Inteligente" da marca e sua visão de mudar a forma como os carros são conduzidos, propulsionados e integrados à sociedade.

"Na Liga dos Campeões, aproveitamos para focar na emoção. O mundo e, em especial a América Latina, é apaixonado pelo futebol, que é o esporte que mais mexe com a emoção das pessoas. Por outro lado, a Fórmula E é sinônimo de tecnologia e inovação, outro foco da marca. Dessa forma, a relevância dos dois patrocínios acaba sendo complementar e ambos servem para divulgar exatamente o que a Nissan defende e em que trabalhamos", explicou Juan Manuel Hoyos, diretor de marketing da Nissan na América Latina.

Vale lembrar ainda que a marca possui outros patrocínios no esporte, mas cujos focos são mercados mais específicos. Os principais são o futebol americano universitário dos Estados Unidos, a seleção da Argentina de futebol e o campeonato mundial de críquete, com foco especial na Inglaterra, Índia e África do Sul.

*O repórter viajou a convite da Nissan