No Uruguai, Goiás busca fôlego para marketing

O Goiás irá enfrentar o Peñarol, no Uruguai, na noite desta quarta-feira (20). A partida, válida pelas oitavas de final da Copa Nissan Sul-Americana, representa para o clube goiano a oportunidade de reanimar o departamento de marketing, prejudicado pela má fase no Campeonato Brasileiro.

"A má campanha no Brasileiro atrapalha qualquer ação para a Sul-Americana", revela o gerente de marketing do Goiás, Marco Goulart, à Máquina do Esporte. "Houve diminuição na procura por nosso programa de sócios-torcedores e esperamos que uma vitória nos ajude".

O dirigente conta que a presença na zona de rebaixamento do Nacional tem sido "assustadora", uma vez que a equipe se acostumou a estar bem posicionada, com base no desempenho alcançado nas últimas edições. O motivo do mau momento, para o gerente, é o impasse político que culminou na renúncia do ex-presidente do clube Syd de Oliveira.

"O ex-presidente não tinha experiência com futebol e tomou atitudes que o conselho deliberativo não aprovou, desde contratações erradas até falta de pagamento de impostos, e essas medidas foram prejudicando o clube", detalha Goulart. Desde a saída de Oliveira, segundo o profissional, salários atrasados foram pagos e o Goiás retomou os bons resultados.