Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Novo diretor impulsiona sócio-torcedor no Palmeiras

Alexandre Mattos repete estratégia, relaciona contratações a programa e turbina Avanti

Erich Beting - São Paulo (SP) Publicado em 14/01/2015, às 07h17 - Atualizado às 09h17

Imagem Novo diretor impulsiona sócio-torcedor no Palmeiras

Alexandre Mattos, em sua apresentação ao Palmeiras

A contratação do atacante Dudu, em concorrência com Corinthians e São Paulo, resgatou a autoestima do palmeirense e serviu para que o novo diretor de futebol Alexandre Mattos turbinasse o programa de sócio-torcedor do clube.

De domingo até terça-feira, o Palmeiras obteve 2.212 novos torcedores, ultrapassando o Corinthians e se tornando o terceiro clube com mais associados do país, atrás de Inter e Grêmio, segundo o Movimento por um Futebol Melhor, que coordena os programas de mais de 40 clubes no Brasil.

Apresentado como maior “reforço” do time na temporada, Mattos repete, no Palmeiras, a estratégia de louvor ao programa de sócios a cada contratação. No Cruzeiro, ex-clube, ele esteve por trás da apresentação de Dedé num supermercado e, também, de Júlio Baptista num caixa-forte. Nos dois casos, as contratações foram creditadas ao programa de associados.

“O sócio-torcedor nos ajuda muito. Mas a gente não consegue viver só dele. Para ter isso e não precisar nunca mais vender jogadores, precisamos chegar a 140 mil sócios”, disse Mattos ao site da ESPN em setembro, quando estava no Cruzeiro.

LEIA MAIS:

Estádios alavancam sócio-torcedor de Corinthians e Palmeiras

Com Libertadores, clubem ampliam adesão de sócios

Marcos se transforma em escudo anticrise do Palmeiras

No Palmeiras, o “efeito Mattos” já se faz sentir. Quando anunciou a contratação do atacante Dudu, o clube disse que ela só pode ser creditada ao crescimento do programa Avanti. Depois, o presidente Paulo Nobre reiterou que os associados podem fazer com que o time contrate mais.

Em dois anos, o sócio-torcedor do Palmeiras saltou 515%. O primeiro movimento teve ligação direta com a estreia do Allianz Parque, em novembro passado. Agora, deve vir uma segunda onda de associação.

Procurado pela reportagem, Mattos não pode atender a ligação para falar sobre a promoção do sócio-torcedor no Palmeiras.