Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Palmeiras fecha com faculdade, e camisa soma R$ 50 mi

Clube repete estratégia do Corinthians de 2009, loteia uniforme e alcança valor recorde

Erich Beting - São Paulo (SP) Publicado em 04/03/2015, às 16h51

Imagem Palmeiras fecha com faculdade, e camisa soma R$ 50 mi

O Palmeiras fechou nesta semana um acordo com a Faculdade das Américas (FAM) para ser patrocinadora do clube. A marca estará estampada na barra da camisa da equipe, que passará, com isso, a ter a camisa mais valiosa do país e, também, aquela com maior número de marcas.

Com o novo patrocinador, o Palmeiras passará a receber R$ 50 milhões dos patrocinadores da camisa, que terá, além da Adidas, outras quatro marcas. A FAM vai se juntar a Crefisa (patrocinador máster), Prevent Senior (ombros) e TIM (número) como parceiro de camisa do clube.

Reprodução da capa da revista do Palmeiras de março

Na próxima semana, os sócios do clube vão receber a revista oficial com a reportagem de capa em que o feito alcançado pelo departamento de marketing é celebrado. Sob o título "Camisa de Ouro", a reportagem exalta a aproximação dos novos parceiros para o clube e o feito alcançado de R$ 50 milhões pelo espaço. 

Em artigo assinado na revista palmeirense, Paulo Gregoraci e Luciano Kleiman (diretor e diretor-adjunto de marketing, respectivamente) afirmam que a inspiração da diretoria são os "clubes europeus com mais de 30 parceiros, via um amplo menu de propriedades". A dupla que hoje está à frente do marketing celebra, ainda, o sucesso do programa de associados Avanti, dizendo que a receita do mês de janeiro foi maior que o acumulado entre os anos de 2010 e 2012, antes do início da gestão de Paulo Nobre.

Com o acerto, o Palmeiras repete estratégia feita pelo Corinthians no fim dos anos 2000, quando loteou o uniforme para ampliar a receita com patrocínios. E, da mesma forma que o arquirrival, a maior parte da arrecadação está ancorada sob uma mesma empresa. A FAM é do mesmo dono da Crefisa. Somadas, as duas marcas pagam R$ 42 milhões ao clube.

O segundo clube do país que mais recebe de patrocinadores é o Flamengo, com cerca de R$ 40 milhões dos acordos com Caixa, Guaraviton e TIM. O Corinthians está em terceiro lugar, com aproximadamente R$ 35 mi. Os valores excluem os contratos de fornecimento de material esportivo. Nesse ranking, Flamengo e Corinthians são os líderes.