Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Panasonic começa atrás de 40% de apoio

Panasonic começa atrás de 40% de apoio

Gustavo Franceschini em São Paulo - SP Publicado em 24/03/2009, às 09h00 - Atualizado às 12h00

A Panasonic oficializou, na última segunda-feira, a renovação de seu contrato de patrocínio master à equipe comandada por Ricardo Zonta, que mais uma vez se chamará Panasonic Racing. No entanto, a pompa do evento, que aconteceu na franquia do Outback no shopping Eldorado, em São Paulo, contrastou com as dificuldades da escuderia, que inicia a temporada da Copa Nextel Stock Car com cerca de 40% do carro ainda à venda. ?Hoje eu estou gastando muito, o que é natural para um começo de temporada, mas talvez eu não consiga ir até o fim?, disse Ricardo Zonta, durante a entrevista coletiva. Além da Panasonic, que é dona dos três principais espaços publicitários, a equipe conta com o apoio da rede Outback (restaurantes), Mon (artigos esportivos), Atfix (soluções de impressões), Nova Rent a Car (locadora de veículos), Bombril e Girho?s (rolamentos). Para os investidores, nem mesmo essa possibilidade de queda de rendimento durante a temporada em caso de congelamento das negociações é preocupante. As empresas entendem que a dificuldade encontrada no mercado é comum a todas as concorrentes. ?Apostamos na equipe. Nós vimos a evolução deles no fim do ano passado e enxergamos um potencial. Acho que essa dificuldade com patrocínios é comum a todo mundo, então não deve ser um baque tão grande?, disse Mauro Guardabassi, sócio do Outback no Brasil. O principal motivo para a retração da captação de patrocínios é, evidentemente, a crise financeira mundial. A escuderia não esconde, porém, que a ausência de quatro provas da grade da Rede Globo afastou as empresas. ?Isso sempre atrapalha. O interesse em estar lá é de todos, e a TV gera uma divulgação importante. Sem isso, a gente acaba sendo prejudicado?, disse Zonta. No segundo semestre do ano passado, quando anunciou a redução de provas transmitidas na parceira de mídia, a Stock Car justificou a medida com a prioridade ao marketing de relacionamento de suas parceiras comerciais.