"Papel em branco", quadra ajuda Adidas em projeto

Complexo no Nacional tem cinco quadras

Complexo no Nacional tem cinco quadras

A Adidas inaugurou na última semana um “papel em branco” em São Paulo. A empresa de material esportivo e a Liga dos Campeões da Uefa incluíram suas marcas em um complexo de quadras construído no interior do clube Nacional, na zona oeste da cidade. O contrato de chancela ao aparato tem duração até 2016, e nesse período o equipamento deve ser usado como plataforma para aproximar a companhia alemã do público.

A criação do complexo de quadras se encaixa em um processo maior da Adidas, que lançou neste ano a campanha de mídia mais ousada da história da marca. O projeto é chamado “All in”, inclui todos os principais atletas patrocinados pela empresa.

Um dos principais objetivos da campanha é rejuvenescer a imagem da Adidas, uma marca mais associada a atributos mais clássicos. Com o “All in”, a empresa tenta se aproximar de conceitos como diversão e alegria.

Outra ideia da Adidas é se aproximar mais do público brasileiro. Foi por isso que a empresa passou a patrocinar um número maior de atletas no futebol nacional. Neste ano, houve uma profusão de chuteiras alaranjadas com as três listras da marca.

Antes, a comunicação da Adidas no Brasil era focada em poucos expoentes, como o meia Kaká, atualmente no Real Madrid. Esse tipo de jogador continuará a ser usado como inspiração ou modelo, mas a empresa também queria trabalhar com exemplos mais próximos da realidade dos consumidores.

O complexo de quadras também funcionará com essa proposta de aproximar a marca da Adidas do público local. A empresa já tem uma lista de dez a 12 propostas para promoções e ações de ativação envolvendo o espaço ainda em 2011, mas nada é oficial até agora.

“Isso aqui é um papel em branco. Temos um espaço grande, uma localização fantástica e um clube com grande tradição. Podemos aproveitar isso de diferentes formas no futuro, e temos muitas ideias para isso”, disse Rodrigo Messias, diretor de marketing da Adidas no Brasil.

O contrato da empresa com o complexo de quadras vai até 2016, mas o acordo com a Liga dos Campeões da Uefa tem duração de apenas um ano. Esse vínculo é renovável, mas existe até a possibilidade de a empresa usar outro tipo de associação no futuro.

O aluguel das quadras será restrito ao período noturno. À tarde, o espaço receberá treinos de categorias de base do Nacional e atividades de instituições assistenciais. “Temos um monte de possibilidades. Queremos reunir estrelas globais, ídolos locais e gente daqui. O conceito é all in, mesmo”, completou Messias.