Para clubes do interior, Banrisul foca em sócio-torcedor

Novo Hamburgo já atuou contra o Internacional com a Banrisul

Novo Hamburgo já atuou contra o Internacional com a Banrisul

O Banrisul acertou nesta semana a renovação de patrocínio para o Campeonato Gaúcho deste ano. Nesta edição, o banco quer maior aproximação com os clubes do interior, que carregam a marca da instituição financeira na camisa. Para uma ativação mais eficiente, o foco será a captação de sócios.

Em entrevista exclusiva à Máquina do Esporte, superintendente da unidade comercial e marketing do Banrisul, Marinês Bilhar, explicou as intenções da empresa. “As ações criam uma simbiose entre os clubes e a instituição financeira. Assim, o clube tem maior adesão e vende mais ingressos”, afirmou.

A ideia é que o banco possa fornecer tecnologia e verba para que os clubes menores consigam desenvolver um sistema de sócio-torcedor, como têm apostado Grêmio e Internacional na última década. Em especial no caso colorado, o sucesso do projeto rendeu um significante aumento de receita.

A aproximação com os clubes menores do Rio Grande do Sul faz parte da estratégia do Banrisul em ativar com mais ênfase os suportes dado ao campeonato estadual. O marketing da empresa se reestruturou para estabelecer essa linha, que foi seguida para a renovação com Grêmio e Internacional.

No caso dos dois clubes, não foram os programas de sócio-torcedor que foram envolvidos nas negociações, mas sim a criação de produtos, caso do título de capitalização lançado pelas duas equipes no fim de 2011. A verba repassada às diretorias tem uma parcela variável, resultado da venda desses produtos.