Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Paris 2024 está entre Le Coq Sportif, Lacoste e Nike

Comitê organizador decidirá nos próximos meses quais marcas fornecerão uniformes

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 03/01/2020, às 07h41 - Atualizado às 10h41

Imagem Paris 2024 está entre Le Coq Sportif, Lacoste e Nike

A organização dos Jogos Olímpicos de Paris 2024 deve revelar até o mês de abril quais as empresas que serão responsáveis pelo fornecimento de uniformes para atletas, dirigentes e staff durante as Olimpíadas. De acordo com o "L'Équipe", principal jornal esportivo da França, três marcas estão à frente na concorrência: as francesas Lacoste e Le Coq Sportif e a americana Nike.

As três marcas estão entre as finalistas escolhidas pelo Comitê Organizador dos Jogos para fornecimento de três categorias: material esportivo para os atletas, roupa para as cerimônias de abertura, encerramento e de pódio do time francês e ainda o material que será usado por staff e voluntários que trabalharão nos Jogos.

Segundo o "L'Équipe", a Adidas desistiu de mandar proposta para vestir o time francês, que atualmente possui contrato com a Lacoste para os uniformes de passeio e liberou para cada confederação ter um fornecedor de roupa de competição.

Os uniformes usados pelos atletas durante os Jogos, aliás, são hoje o tema de maior debate no mercado francês. Entre 1976 e 2012, os atletas da França sempre usaram material da Adidas para competições. Em 2016, o Comitê Olímpico Francês liberou as confederações para buscarem fornecedores próprios, em acordos que serão válidos para os Jogos Olímpicos de Tóquio, que acontecem este ano. Quando as Olimpíadas regressarem ao país, o fornecimento voltará a ser único.


Ativação no Rio 2016 da Lacoste, atual parceira do comitê francês na roupa de cerimônias dos atletas / © Divulgação

O movimento é o oposto do que teve o Comitê Olímpico do Brasil nos Jogos do Rio 2016. Até 2012, o COB tinha um único fornecedor para todas as modalidades. Depois, as confederações fizeram acordos próprios, e o COB tinha um único fornecedor para as cerimônias. Em 2016 foi a Nike e, agora, é a chinesa Peak.