Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Patrocinador colocará universidade dentro do Flamengo

Universidade Brasil segue estratégia de usar estrutura física dos clubes

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 19/10/2018, às 09h52 - Atualizado às 12h52

Imagem Patrocinador colocará universidade dentro do Flamengo

O Flamengo terá um espaço personalizado para alunos realizarem vestibular e inscrições que será disponibilizado pela Universidade Brasil por meio de uma parceria de patrocínio que acontece desde janeiro deste ano. O espaço, batizado de Universidade do Mengão, ficará localizado dentro da Gávea e terá a opção de mais de 25 cursos de educação a distância (EAD). A oficialização será até o final deste mês.

Foto: Reprodução / Facebook (universidadedomengao)

O projeto, idealizado pelo reitor da Universidade Brasil, Fernando Costa, faz parte do programa “Esporte com Educação”, que além de oferecer bolsas de ensino à distância 100% integrais para torcedores de baixa renda de Flamengo, Corinthians e Atlético-MG, também tem como meta a implantação de polos educacionais dentro das dependências dos clubes.

No Atlético-MG, o lançamento do polo na Vila Olímpica aconteceu no começo deste mês. Outros dois estão em fase final de execução, um na sede da torcida Galoucura e outro na Faculdade de Belo Horizonte. No Flamengo, será na Gávea. Já no Corinthians, existem conversas para um polo na Arena Corinthians, próximo à saída do metrô, que fica bem próximo ao estádio.

Leia Mais: Universidade Brasil mira sedes de clubes

"Trata-se de um ato histórico instalar campus da Universidade Brasil dentro dos clubes. É algo precursor. Acredito que só a educação vai melhorar esse país, e essas ações comprovam o quanto esporte e educação podem caminhar juntos por meio de projetos práticos e concretos. Queremos deixar legados para a sociedade como um todo", explicou Fernando Costa.

Vale lembrar que a Universidade Brasil começou a patrocinar times de futebol em 2017 e, agora, passou a colocar em prática um plano mais ousado: usar as estruturas dos clubes para ampliar a presença física da instituição de ensino no mercado brasileiro, com novas salas de aulas à disposição do público.

Leia Mais: Análise: Caso da Universidade Brasil mostra inovação no país