Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Paulistão segue Copa do Mundo da Rússia e terá VAR centralizado

Modelo será adotado já a partir do início das quartas de final, nesta quarta-feira (29)

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 28/07/2020, às 09h26 - Atualizado às 12h26

Imagem Paulistão segue Copa do Mundo da Rússia e terá VAR centralizado

A fase de grupos do Campeonato Paulista de 2020 chegou ao final no último domingo (26). A partir desta quarta-feira (29), terá início a fase de quartas de final da competição, que passará a contar, nessa fase decisiva, com a presença da arbitragem de vídeo (VAR). E o modelo seguido será o mesmo que foi utilizado na Copa do Mundo da Rússia em 2018.

A Federação Paulista de Futebol (FPF) decidiu adotar a estratégia de ter as salas do VAR centralizadas em um local único, no caso a sede da própria entidade. Assim, o Paulistão se tornará a primeira competição da América Latina a seguir o modelo do Mundial de 2018, quando todos os jogos tiveram VAR em uma central localizada na capital Moscou.

Foto: Divulgação / FPF

Para colocar a ideia em prática, a FPF contratou a GSTN Best Fibra, empresa que foi responsável pela conexão de fibras entre os estádios e a central do VAR. Haverá, para cada estádio, duas linhas de fibra (uma principal e outra de backup). Além disso, por ser um modelo inédito no Brasil e para oferecer ainda mais segurança, também será instalada em cada estádio uma sala completa de VAR.

De acordo com a FPF, o trabalho para ter o VAR centralizado acontece desde 2019, com a construção das salas na sede da entidade e a realização de uma série de testes de áudio e vídeo. A empresa operadora do VAR será a Hawk-eye, que já havia sido responsável pelo Paulistão 2019 e também pela Copa do Mundo de 2018.