Paulistas também ganham latas, mas da Kaiser

Primeiro, os quatro maiores clubes do Rio de Janeiro, Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco, ganharam latinhas personalizadas da Brahma. Recentemente, foi a vez de Atlético Mineiro e Cruzeiro serem contemplados com ação semelhante. Agora, serão os quatro de São Paulo que terão peças especiais. A única diferença é que, em vez da Ambev, parceira do restante do grupo, os produtos deles terão a marca Kaiser.

Trata-se de uma ativação da Femsa em seu contrato com o G4, grupo formado por Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo. Concorrendo com a Brahma, a Kaiser terá latinhas com os símbolos de cada clube, algo parecido com o que foi feito com a marca da Ambev.

Dessa maneira, o grupo Heineken abdica de usar a sua principal imagem mundial para ativar a marca brasileira recém-comprada. Em janeiro de 2010, a cervejaria holandesa adquiriu a Femsa Cerveza, que detém a Kaiser, em uma operação de US$ 7,6 bilhões.

No futebol europeu, por exemplo, a Heineken usa o seu nome em peso para patrocinar eventos, especificamente a Liga dos Campeões da Europa. Com as latas da Kaiser, o grupo sinaliza que a marca holandesa não será utilizada no esporte brasileiro, pelo menos por ora.

Já a Femsa Coca-Cola, que não foi vendida, permanece no acordo e também deverá ter ações nos próximos meses. Assim como aconteceu em alguns clássicos paulistas do Campeonato Brasileiro, a empresa de refrigerante atuará durante os jogos, em ativações com os torcedores. A ideia é fazer pequenos shows e promoções nas arenas quando os clubes do G4 estiverem em campo.