Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Penalty já vendeu mais de 20 mil camisas de Rogério Ceni

Apesar das polêmicas, artigo faz sucesso entre os torcedores

Erich Beting - São Paulo (SP) Publicado em 26/11/2014, às 07h00 - Atualizado às 09h00

Imagem Penalty já vendeu mais de 20 mil camisas de Rogério Ceni

Em meio à polêmica entre São Paulo, Rogério Ceni e Penalty sobre o lançamento de um uniforme para o goleiro usar em seu último jogo pelo clube, surgiu um novo problema. Os torcedores não param de comprar o modelo, mesmo que ele ainda não tenha sido oficialmente apresentado.

Segundo a Máquina do Esporte apurou, a camisa de “despedida” de Ceni, que foi colocada em pré-venda e ofertada a lojistas, já teve 20 mil peças vendidas. O número não é confirmado pela Penalty, que não vai comentar o assunto após a polêmica em torno da camisa.

O sucesso das vendas é mais um ingrediente no complicado enredo que se formou depois que a Penalty convocou uma entrevista coletiva à imprensa para apresentar o uniforme.

O evento, que aconteceria na última terça-feira, foi cancelado depois de clube e jogador iniciarem uma “batalha” contra a marca por causa da divulgação do evento sem ter sido consultados. A repercussão na mídia, de que o evento seria a confirmação de que Ceni se aposenta no fim do ano, gerou revolta no São Paulo e no atleta, que ainda não está totalmente decidido sobre o final da carreira.

Como o uniforme está tendo bastante procura, São Paulo e Rogério também perdem dinheiro com um eventual cancelamento de seu lançamento. A estimativa é de que a camisa possa gerar R$ 4 milhões em vendas.

Atualmente, as três partes têm discutido o que podem fazer para superar a crise e manter o planejamento inicial. Uma alternativa estudada no momento é fazer com que a camisa seja usada apenas no último jogo de Rogério, mesmo se ele não vier a acontecer neste ano.