Penalty será nova fornecedora da LNB

Penalty volta ao basquete brasileiro após deixar CBB em 2008

Penalty volta ao basquete brasileiro após deixar CBB em 2008

A Liga Nacional de Basquete (LNB), organizadora da principal competição da modalidade no Brasil, o Novo Basquete Brasil (NBB), terá novo fornecedor de materiais esportivos na próxima temporada. A entidade fechou acordo com a Penalty e está finalizando detalhes contratuais para formalizar a parceria.

As negociações foram lideradas pela TV Globo, em parceria com a cúpula da entidade. O anúncio oficial deverá ser feito na primeira quinzena de outubro, uma vez que o torneio tem início marcado para o fim do mês e os clubes precisam receber determinados materiais antes dessa data.

Com o acerto, a LNB não mais depende da Spalding. A marca, representada no Brasil pela GVD, é responsável pelo fornecimento de bolas desde 2009, quando a primeira edição do NBB foi disputada, e é parceira da Confederação Brasileira de Basquete (CBB) desde 2008.

O negócio também marca o retorno da Penalty ao basquete brasileiro. A empresa tinha parceria com a CBB até 2008, quando o campeonato nacional foi extinto para que desse lugar ao NBB. Desde então, a entidade manteve acordo com a Champion e, no fim de 2009, finalizou a parceria.

Desde janeiro deste ano, por fim, a CBB tem como parceira a Nike. A companhia norteamericana firmou acordo com a confederação até o fim de 2016 e não somente fornece materiais esportivos, mas proporciona interc"mbio de jogadores e técnicos entre o basquete brasileiro e a NBA, referência mundial no esporte.